Etapas do processo de armazenagem

As etapas do processo de armazenagem tornaram-se importantes nos últimos anos, muito mais do que há tempos atrás, em razão das diferentes necessidades encontradas pelas empresas, tanto para produção quanto para comercialização.

Para atender essas novas necessidades, entre outras coisas, procurou-se fazer melhor aproveitamento do espaço, disponibilizando áreas livres para a movimentação de cargas, o que fez com que a logística se tornasse uma ciência que deve ser estudada com mais cuidado.

Atualmente, saber armazenar e gerenciar itens nos depósitos, galpões e armazéns mostra-se uma necessidade básica para as empresas, procurando sempre obter melhores resultados e redução de custos. Assim, já não basta apenas receber as mercadorias e colocá-las em prateleiras ou em locais livres, que podem não ser adequados para o tipo de item armazenado.

Essa nova tendência é uma das maiores preocupações de gestores de armazéns, principalmente em decorrência da exigência de uma dinâmica mais assertiva e da própria necessidade de consumo.

Atualmente, a sensação de urgência é muito maior, exigindo que todos os serviços sejam executados de maneira mais rápida e mais eficiente, ou seja, existe um grau de exigência muito maior.

Por isso, é importante entender as etapas do processo de armazenagem e aplicá-las da forma correta, garantindo um fluxo mais eficaz para a distribuição, transporte e armazenamento de todos os itens que circulam diariamente pelas empresas.

O conceito de logística, embora não seja uma novidade, está conseguindo destaque na estratégia de negócios, uma vez que, quanto mais integradas e coordenadas sejam as etapas dessa cadeia de suprimentos, melhores serão os resultados para as empresas e para o consumidor final.

A importância da logística para as empresas

Algumas situações são bem comuns para demonstrar a importância da logística para as empresas e a necessidade de implantar corretamente as etapas do processo de armazenagem.

Assim, por exemplo, uma venda pode ser perdida se o comprador dela desistir em decorrência de um frete mais caro ou de um prazo de entrega mais longo. Ou ainda, um cliente pode desistir de procurar uma empresa pela constante falta de itens que necessita e que por ela são comercializados.

Essas situações, de forma geral, acabam com a imagem da empresa perante o cliente, fazendo com que eles procurem outros fornecedores. Quando a empresa adota as boas práticas de gestão de estoque e aplica as etapas do processo de armazenagem de forma correta, ela oferece melhorias que evitam a perda de vendas e de clientes.

Hoje, portanto, é necessário investir para aprimorar a eficiência de todas as cadeias do processo produtivo e de distribuição, melhorando a qualidade dos produtos e aumentando o rendimento das atividades empresariais.

O setor de logística é responsável pela coordenação de todo o fluxo de produção e de movimentação de materiais e, geralmente, trabalha com um grande volume de informações. Em razão de sua complexidade, para garantir a excelência nos produtos, é necessário investir em processos integrados e bem planejados, otimizados para todas as atividades necessárias.

Cada uma das etapas do processo de armazenagem, portanto, deve ser bem pensada e planejada para assegurar a qualidade e integridade de todas as mercadorias, fazendo a entrega no tempo determinado e gerando o mínimo de custos. Dessa forma, o cliente estará satisfeito e se tornará fidelizado, reforçando a reputação e a imagem da empresa.

A atividade planejada e bem cumprida de todas as etapas do processo de armazenagem é crucial para manter um diferencial competitivo, ampliando a atuação de qualquer empresa no mercado. Ao mesmo tempo, é necessário trabalhar com a redução de custos, evitando o aumento do preço final de cada produto.

As etapas do processo de armazenagem: quais são?

As etapas do processo de armazenagem são, de uma forma geral, sete principais. Algumas variações podem ocorrer, mas, certamente, estão embutidas dentro das que enumeramos a seguir:

1. Etapa 1: recebimento de mercadorias

A primeira das etapas do processo de armazenagem é o recebimento de mercadorias. As docas devem estar sempre preparadas para o recebimento de veículos que, logo depois de posicionados, devem começar a descarregar os produtos.

De acordo com sua especificação e características, esses produtos devem seguir para a etapa seguinte com o auxílio de empilhadoras e niveladores, entre outros equipamentos.

2. Conferência e endereçamento

Antes de dispensar os veículos de entrega é necessário conferir se as mercadorias entregues, assim como sua nota fiscal, estão de acordo com o pedido. A conferência vai permitir receber todos os itens sem qualquer avaria.

Depois da conferência, os materiais devem ser devidamente etiquetados antes de serem encaminhados para o armazenamento.

3. Estocagem ou armazenamento

Na terceira das etapas do processo de armazenagem, o operador deve verificar o código de endereçamento e se ele está dentro da conformidade para o local a que foi destinado. Depois de confirmado, a empilhadeira ou outro equipamento apropriado deve guardar o material.

4. Identificação dos itens

Depois que os materiais estiverem armazenados, é preciso esperar que sejam solicitados. Pelo sistema de gerenciamento do próprio armazém, o material poderá ser identificado mais rapidamente, sendo localizado para a próxima das etapas do processo de armazenagem.

5. Separação dos materiais

Identificados e localizados, os materiais devem ser levados pelo operador até a área de separação e, sempre de acordo com o pedido, a carga deve ser desfeita e fracionada, quando necessário. A área de separação deve ser instalada em um local à parte da estrutura de armazenamento.

6. Embalagem dos materiais

Os materiais podem ser levados à área de produção, no caso de indústrias, ou encaminhados para receber a embalagem, no caso de comercialização. O tipo de embalagem deve ser feito de acordo com o produto, sempre zelando pela integridade da mercadoria e com a utilização de itens de segurança, como espumas, dissecantes ou filme strech.

7. Expedição dos materiais

A última das etapas do processo de armazenagem é a expedição. Nessa etapa, a mercadoria pode ser encaminhada para o processo de industrialização através de equipamentos apropriados ou seguir para os veículos para serem levados ao seu destino final. Essa operação deve ser feita respeitando as regras de tempo de embarque.

Todas as etapas do processo de armazenagem devem manter registros precisos de todos os itens movimentados. Essa é uma necessidade para a ocasião do inventário, que deve ser feito periodicamente, garantindo que os itens armazenados e utilizados estão dentro das quantidades contábeis.

Com a implementação das etapas do processo de armazenagem, a empresa terá redução de custos e melhor aproveitamento de todos os itens utilizados.

Precisa de ajuda?

Entre em contato para mais informações!

    [recaptcha]

    Deixe uma resposta

    Seu e-mail não será divulgado.

    You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

    *

    ×