Como deve ser o local de armazenamento?

O local de armazenamento de uma empresa precisa estar situado de forma estratégica, onde a entrada e saída de veículos possa ocorrer facilmente, possibilitando agilidade na operação de transporte.

Existem diversos tipos de instalações, conforme os produtos a serem armazenados, tais como:

  • armazéns,
  • galpões,
  • pátios.

São muitas as variáveis que envolvem a escolha pelo tipo a ser utilizado e o melhor local, portanto, não estaremos tratando desse assunto especificamente, mas das necessidades e como deve ser equipado esse ambiente, fundamental para o sucesso de um empreendimento.

A definição do espaço a ser destinado ao armazenamento de materiais precisa obedecer critérios específicos, que garantam fluidez, facilidades na movimentação e segurança.

Neste post, apresentaremos como deve ser esse local e o que precisa ser avaliado para sua montagem ou implantação. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Local de armazenamento e tipos de materiais

O primeiro critério a ser observado quando o assunto envolve as dependências físicas do depósito, diz respeito aos tipos de produtos que serão armazenados, como, por exemplo:

Muitos desses itens possuem uma legislação própria, que regulamenta a forma de serem armazenados, onde o não cumprimento das normas pode causar multas e sérios problemas com a fiscalização.

Além disso, também é preciso avaliar o peso, porte e características de determinados produtos, que necessitam de ajustes apropriados para não sofrerem deterioração ou deformações.

O local precisa facilitar a movimentação das mercadorias, ou seja, permitir que sejam estocadas e possam ser retiradas sem riscos e com agilidade.

Estruturas de armazenagem

As estruturas de armazenagem são fundamentais para o sucesso dessa operação.

Sua empresa precisa disponibilizar as seguintes soluções para garantir agilidade, segurança e qualidade nos processos:

Prateleiras industriais

As prateleiras industriais precisam possibilitar a escolha das medidas que atendam as necessidades da sua área de logística.

Portanto, você é que define a altura e a quantidade de prateleiras necessárias para o armazenamento.

Outro detalhe fundamental é a possibilidade de desmonte e fácil manuseio.

Essas prateleiras são as ideais para:

  • guardar produtos avulsos,
  • pequenos itens, almoxarifados e autopeças,
  • montagens e separação de pedidos em múltiplos níveis.

Porta paletes

A estrutura porta paletes precisa oferecer a possibilidade de customização, ou seja, deve atender às necessidades específicas da sua empresa, possibilitando que o manuseio dos produtos ocorra de forma rápida, segura e fácil.

Essa customização permite que sejam desenvolvidas estruturas sob medida, atendendo ao tamanho do local de armazenamento, garantindo espaço para os materiais e o acesso dos equipamentos utilizados nas movimentações.

Essa solução é essencial para os armazéns, pois verticaliza os estoques e atende a qualquer tipo de carga e volume.

O porta paletes é indicado para:

  • centros de distribuição,
  • área de separação de pedidos,
  • pulmão da área de produção.

Racks metálicos

Os racks metálicos são utilizados no local de estocagem para o transporte de materiais, possuindo muitas outras funções.

Por não precisarem de corredores para a sua instalação, podem ser usados para sistema de armazenagem blocada, ou seja, as mercadorias podem ser empilhadas diretamente uma sobre a outra.

É fundamental que os racks metálicos também possibilitem a desmontagem, permitindo o uso integral dos espaços.

Além disso, por possuir rodas, pode facilmente ser deslocado para os diversos locais do armazém, servindo como estrutura de apoio logístico.

Os racks metálicos são indicados para:

  • garantir a qualidade das mercadorias durante o transporte,
  • auxiliar o estoque e na organização de peças.

Carrinhos de transporte de cargas

Outra peça importante, e que faz toda a diferença no cotidiano da área logística, é o carrinho de transporte de cargas.

Esses carrinhos, que podem ser carretas industriais, são excelentes opções para a movimentação de materiais, evitando o manuseio braçal e garantindo rapidez e segurança nos processos.

Em um local de armazenamento esses carrinhos são utilizados para:

  • otimizar o fluxo de transporte e movimentação,
  • meio de transporte para mercadorias pesadas.

Estruturas cantilever

Por fim, também não pode faltar em um armazém as estruturas cantilever.

Elas são voltadas para itens longos ou que contam com tamanhos variáveis, sem obedecer a um padrão único.

Sendo muito resistentes, essas estruturas possuem:

  • colunas centrais,
  • bases fixas,
  • braços em balanço, para suportar as cargas.

O cantilever simples é aquele que permite que o acesso ao material guardado ocorra apenas por um dos lados da estrutura, já o duplo, permite o manuseio dos dois lados.

As estruturas cantilever são utilizadas normalmente para:

  • estocar itens longos, como tubos, barras e perfis,
  • separar pedidos,
  • guardar fardos de grandes dimensões.

Esses são alguns exemplos do é necessário fazer parte de um local de armazenamento.

É fundamental que as escolhas e ajustes desses materiais sejam realizadas segundo as necessidades da realidade do seu empreendimento, portanto, é fundamental escolher adequadamente as estruturas que serão utilizadas nos armazéns.

Contar com fornecedores que possam efetivamente colaborar, reconhecendo as necessidades, avaliando a situação atual e projetando o melhor produto considerando o custo-benefício, é essencial para o sucesso logístico da empresa.

A Fabrimetal é uma empresa que desde 2001 oferece soluções logísticas ao mercado, atendendo a clientes de todo o Brasil e dos mais diversos segmentos.

Agora que você já sabe como deve ser o local de armazenamento e com que equipamentos contar para poder oferecer qualidade a seus clientes, acesse o site da Fabrimetal e conheça nossas soluções!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

×