O ambiente do mercado atual obrigou as empresas a olharem para “dentro”. Ou seja: melhorar seus processos internos visando alcançar eficiência em seus serviços. Nessas horas, entender a relação entre os sistemas de armazenagem e movimentação é fundamental. 

Isso acontece porque uma das principais dificuldades da empresa é justamente operar seus fluxos de forma eficaz. Por muito tempo, a logística foi deixada de lado como um conceito menos importante — no entanto, é a atividade que mais influencia na gestão de negócios.

Sistemas de armazenagem e movimentação: existe relação?

A resposta é simples: sim. Há uma estreita relação entre os equipamentos de movimentação e os de armazenamento de materiais. Um interfere no outro e o gestor precisa ter uma visão geral do seu negócio para tomar as melhores decisões. 

Os equipamentos de movimentação devem ser escolhidos dentro de um planejamento global. Ou seja, considerando as características dos materiais, suas formas de acondicionamento, embalagens e o fluxo geral dos materiais no armazém. 

Analisar esse conjunto de variáveis é uma tarefa árdua, porém recompensadora. Entender a relação entre os sistemas de armazenagem e movimentação contribui para a redução de custos operacionais e o aumento da produtividade. 

Lembre-se do objetivo primordial da armazenagem: uso efetivo dos recursos. Os espaços costumam ter área reduzida e escassez de equipamento e pessoas. Logo, é necessário maximizar a utilização da mão de obra, fazer uso inteligente dos equipamentos e do local disponível.

Por que implantar sistemas de armazenagem e movimentação adequados

Agora que entendemos que há relação entre os sistemas de armazenagem e movimentação, é importante saber como implementá-los. 

Antes, precisamos dar um passo atrás e rever o conceito de “estoque”. É o espaço utilizado para guardar matérias-primas e funciona como um meio regulador na cadeia de suprimentos das empresas. É algo essencial dentro da indústria, comércio ou prestação de serviços.

Os sistemas de armazenagem e movimentação devem ter como objetivo reduzir ao máximo a quantidade de itens armazenados. O objetivo é alcançar a exatidão para que a empresa não tenha problemas com sua produtividade.

Conheça as soluções usadas nos sistemas de armazenagem e movimentação

Como vimos no tópico anterior, os sistemas de armazenagem e movimentação oferecem uma série de vantagens para o negócio: 

  •     Reduzir custos;
  •     Aumentar a produtividade;
  •     Aumentar a capacidade de utilização do armazém;
  •     Melhorar a segurança com a redução de riscos de acidente;
  •     Melhorar o fluxo de materiais do armazém. 

No entanto, ficar apenas na teoria não basta. É preciso implementar equipamentos que irão auxiliar tanto na armazenagem quanto na movimentação dos produtos. Alguns dos equipamentos mais utilizados são:

Paletes

Também conhecidos como “pallets”, são estrados de madeira, metal ou plástico. Dentro dos armazéns, são utilizados para movimentação de cargas. Sua função é viabilizar a otimização do transporte de cargas através do uso de empilhadeiras. 

Assim, traz uma série de vantagens para a operação logística. Por exemplo, redução do custo homem-hora, uniformização do local de estocagem e diminuição de danos aos produtos.

Porta paletes

Permitem agrupar os materiais de forma a agilizar a movimentação, o transporte e o armazenamento. Essa é uma solução muito simples e amplamente utilizada em sistemas de armazenagem e movimentação de diversos materiais. 

Um projeto para estrutura de armazenagem porta paletes é elaborado pelas dimensões dos elementos de armazenagem, o espaço disponível e os equipamentos de movimentação. 

São indicados para armazéns em geral, estoque e centros de distribuição. Os porta paletes também podem ser utilizados na área de separação de pedidos e pulmão de produção.

Empilhadeiras

Essas máquinas oferecem agilidade e praticidade para a área logística, independentemente do tamanho ou do tipo de empresa. Como seu próprio nome já diz, servem para empilhar materiais. No entanto, não é só isso: elas facilitam o carregamento e movimentação dos produtos. 

Na hora de escolher sua empilhadeira, lembre-se de verificar sua capacidade. Enquanto algumas chegam a carregar mais de duas toneladas, outras podem carregar apenas cargas leves. Não existe resposta certa, tudo vai depender das necessidades do seu negócio. 

Entender a relação entre sistemas de armazenagem e movimentação é o primeiro passo para ter uma série de resultados positivos. 

O blog da Fabrimetal tem uma série de dicas que vão ajudar os gestores a otimizarem a área disponível, reduzir custos e melhorar o atendimento ao cliente. Clique aqui e saiba mais!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

×